Como Organizar o Quarto dos Seus Filhos

Você tem aquela impressão de que os brinquedos das crianças estão de multiplicando e tomando o espaço da casa toda ? Sim ? Então chegou a hora de pôr ordem em tudo. Sempre existem possibilidades de deixar os brinquedos organizados, não importa se o quarto dos seus pequenos é apertado ou não. Confira as ideias.

O primeiro passo é juntar todos os brinquedos disponíveis e fazer uma seleção criteriosa, separando os que estão danificados e também os que já não são mais usados pelos seus filhos. Você tem agora duas opções: doar para algum órgão que faça restauração ou colocar no lixo reciclável ou doar para instituições de caridade. Este início já evita o acúmulo de brinquedos desnecessários.

Após a separação do que realmente será usado ou não, é hora de pensarmos em como vamos organizar todos os brinquedos restantes sem que fiquem acumulados no quarto da criança. Vale lembrar que o quarto do seu filho é o lugar onde ele passa a maior parte do tempo. Sendo assim, o ambiente deve ser aconchegante e confortável, um cantinho que demonstre sua personalidade, que seja pensado nos seus gostos e que te também ajude os pais na organização.

Com os imóveis de áreas cada vez menores, nem sempre temos muito espaço para organizar os brinquedos dos nossos filhos. “Por isso que todo espaço, por menor que seja,  é valioso e deve ser  aproveitado. O quarto ideal deve permitir que seu filho fique á vontade para se divertir e devemos pensar em alguns elementos que estimulem a criatividade delas. Podemos criar um cantinho para os estudos ou atividades, com lousa, mapas, mesinha, gaveteiro, prateleiras para livros. E ainda organizar os brinquedos de forma funcional e criativa”, detalha a arquiteta.

A melhor ideia é para separar os brinquedos baseando-se em critérios, seja pelo tamanho ou pelo tipo. Uma outra boa dica para os maiores é colocar um baú – que, inclusive, fechado e com umas almofadinhas em cima pode virar um banco e ter dupla função no cômodo – ou até mesmo caixas organizadoras empilhadas.

Outra opção muito interessante (barata) e que ajuda na organização, são os cestos de plástico. “Dependendo do espaço disponível, eles podem ser empilhados ou fixados na parede e todos os brinquedos ficarão organizados e com fácil visualização”, diz.

As caixas transparentes ou de cores diferentes ajudam a identificação da criança sem precisar abrir uma por uma. Nelas podemos acomodar carrinhos ou bonecas pequenas e quebra-cabeça, por exemplo. Estes são brinquedos que devem ficar mais acessíveis. Já aqueles que os pais não querem que a criança brinque a qualquer hora, como massa de modelar e tintas, podem ficar também em caixinhas, mas em uma prateleira mais alta para que a criança só use com autorização.

Se a criança tem muito brinquedo pequeno e o espaço no quarto é reduzido, existe outra solução bastante prática e econômica. “Uma dica é utilizar sapateiras, que podem ser feitas em tecido, e assim seguir o tema ou a cor da decoração do quarto, ou de plástico mesmo. E, como são instaladas na parede, para espaços pequenos é uma ótima opção, tanto estética quanto de baixo custo para a instalação”, reforça a arquiteta.

Porém, importante não apenas organizar os brinquedos de forma funcional e deixando a decoração bonita, é sempre fundamental ter atenção e cuidado com a questão da segurança da criança. “Por segurança, é preferível optar por móveis sem quinas, com cantos arredondados, utilizar rede de proteção nas janelas, colocar proteção nas tomadas e deixar os móveis acessíveis às crianças e com os brinquedos ao seu alcance”, conclui Carla Siqueira.

Crianças em casa: saiba como organizar brinquedos e roupas

Objetos como caixas organizadoras, baús e gaveteiros podem ajudar a manter tudo no lugar certo

Época de férias, crianças em casa… Como organizar brinquedos e jogos para que elas possam brincar à vontade, mas, sem que tudo fique uma bagunça?

Para começar, a arquiteta Luciana Corrêa sugere que seja definido um espaço agradável da casa com boa iluminação, ventilação e livre de perigos para crianças, tais como plantas com espinhos ou folhas pontiagudas, móveis de cantos vivos, pisos escorregadios e próximos a escadas. “Em dias frios é importante que esse espaço tenha um piso mais térmico, como madeira, um tapete ou tapete EVA, mas que seja fácil de limpar.”

Deixe à mão os brinquedos de que as crianças mais gostam e os incentive a usar os jogos caso tenha outros amigos para brincar. “As caixas organizadoras são excelentes peças para colocar os brinquedos e devem estar em local e altura apropriados para que as crianças tenham acesso tanto para pegar como para guardar, já que isso faz parte do aprendizado.”

As caixas podem ser encontradas em diversas cores, tamanhos e materiais. Estantes baixas, nichos de parede e prateleiras também acomodam os brinquedos e principalmente os livros, que, tendo fácil acesso, convidam a ler. Segundo Luciana, em locais com pouco espaço é possível planejar gavetas e armários embaixo de escadas e sob as camas.

Para organizar os brinquedos, uma boa ideia é separá-los em caixas por tipos e tamanhos, como caixa de peças de montar, bichos de pelúcia e bolas. “Caso as caixas não permitam a visualização do conteúdo, coloque etiquetas identificadoras. Assim fica mais fácil para a criança encontrar o que quer e ajudar a mãe na organização”, explica Luciana.

A arquiteta e personal organizer Claudia Milan também sugere separá-los por temas: peças de montar, carrinhos, bonecas, brinquedos de casinha, entre outros. Para ela, cestas, baús e gaveteiros são boas opções.

“Para os brinquedos usados durante o banho, podemos colocá-los em sacos que geralmente utilizamos para lavar roupas delicadas na máquina, pois eles são furadinhos e assim podemos guardá-los ainda molhados, sem o problema de mofarem. Podemos até instalar um gancho dentro do box para pendurar exclusivamente este saco de brinquedos”, orienta Claudia.

As tintas, canetinhas e tesourinhas devem ficar em locais com acesso mais restrito para que o adulto supervisione a criança durante a brincadeira. Existem no mercado alguns suportes que organizam bolas e compõem a decoração do quarto, segundo Luciana.

Para os games sempre é bom prever nichos ou gavetas próximos à TV para guardar e organizar cabos, caixinhas e outros acessórios. “Se houver como embutir em paredes ou painéis os cabos que ligam os games à TV, melhor ainda”, diz Luciana.